DENTE DO SISO

Extrair ou não?
Dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares. São em número de quatro e encontram-se atrás dos últimos dentes. Nascem por volta dos 16 aos 20 anos de idade e são popularmente conhecidos como dentes do juízo, pois era suposto que nesta idade a pessoa começaria a ter a maturidade de adulto. São os últimos dentes a se desenvolver no ser humano.

É possível que em alguns casos os dentes do siso nem cheguem a nascer, ficando inclusos ou apareça só uma parte na boca, chamado de semi-inclusos e, também podendo ficar travado nos dentes visinhos, quando dizemos que ele está impactado.

Os dentes inclusos são aqueles que se encontram dentro do osso ou com parte dentro do osso e parte dentro da gengiva, sem terem nascidos embora já tenha passado a época normal para a sua erupção. Isto acontece, na maioria das vezes, por falta de espaço na arcada dentária ou pelo fato do dente vizinho estar desalinhado impedindo assim seu nascimento, ou, ainda, por resistência do tecido ósseo.

A dieta contemporânea a que somos submetidos, cada vez mais pastosa, leva a um menor desenvolvimento dos maxilares e os dentes do siso acabam não encontrando espaço na arcada dentaria para crescerem normalmente, ocasionando, entre outros problemas, um apinhamento dos demais dentes, sendo, então, na maioria das vezes, recomendado a sua extração.

Sintomas do dente do siso
É muito comum haver dor na região do dente do siso quando ele está nascendo. A gengiva pode ficar um pouco inflamada apresentando dor, vermelhidão e sensação de calor. Para aliviar a dor devemos manter a região muito bem higienizada, recorrer ao uso de enxaguante bucal próprio para estes casos e, se necessário, usar analgésicos. Em poucos dias os sintomas desaparecem. Se o dente estiver icluso ou parcialmente incluso, deve procurar o dentista para uma orientação e diagnóstico do caso.

Quando devemos remover os dentes do siso.
Se o dente do siso não estiver causando problemas, não deve ser extraído, porém quando ele está mal posicionado, quando ele está causando desajuste na olcusão (quando o dente está desalinhando outros dentes) Quando é a causa de sintomas de disfunção da ATM, quando está mal posicionado provocando problemas de inflamação, quando tem cárie muito extensa, ou quando está incluso ou semi-incluso, deve ser removido.

Os dentes do siso que não possuem apoio nos dentes da arcada oposta a eles, podem extruir (crescer) e distalizar (afastar-se dos dentes visinhos), podendo levar ao aparecimento de cáries e problemas periodontais por facilitarem a retenção de alimentos. Neste caso, também deve ser removido para evitar um problema maior.

Pela sua posição, o dente do siso é de difícil higienização, acumulando restos de alimento que podem causar inflamações e infecção que se caracterizam por inchaço e dor no local, dificultando a mastigação e deglutição dos alimentos. Pode, também, provocar dor de cabeça e febre.

A extração do dente do siso se faz de forma rotineira e no âmbito do próprio consultório. Na maioria das vezes é feita com a utilização de anestesia local. Em alguns casos, pode-se recorrer à anestesia geral em âmbito hospitalar. Após a extração pode ocorrer um pouco de dor e inchaço, mas que passará naturalmente após alguns dias.





Para saber se a pessoa vai ter ou não os dentes do siso e se eles vão causar algum problema, é necessário um exame radiográfico. A radiografia panorâmica ou tomografia são os mais utilizados. Além de mostrar a presença ou não dos mesmos, mostram sua relação com os órgãos visinhos, tais como dentes, nervo alveolar inferior e cavidade sinusal. A idade ideal para avaliarmos e Acompanhar a evolução, através de radiografia panorâmica é por volta dos 16 anos.

Sisos superior e inferior inclusos

Dentes do siso e disfunção da ATM:
Muitos pacientes nos perguntam se os dentes do siso podem causar sintomas de disfunção da ATM (articulação temporomandibular). Se eles estão se formando e extruiram (cresceram) por falta do dente oposto na outra arcada, ele pode levar o paciente a ter sintomas de disfunção da ATM porque, neste caso, eles alteram a posição desta articulação.

Sempre que desejamos melhorar a estética dos dentes através de movimentação ortodôntica (ortodontia) tanto em jovens como em adultos, recomenda-se proceder a uma avaliação destes dentes, quanto à presença ou não, antes de começar o tratamento e removê-los, se for o caso.

Caso você tenha alguma dúvida, marque uma consulta que teremos prazer em atende-lo (a).

Agende uma avaliação

Entre em Contato

  • Segunda à Sexta  das 09h00 às 18h00
  • Rua Ébano Pereira, 60,conj. 906, Centro, Curitiba / Paraná.
  • (41) 3232-5952
  • mtf0939@yahoo.com.br

Deixe uma mensagem